fbpx

MMN – Pirâmide ou Oportunidade de Negócios?

Antes de nos aprofundarmos na matéria de hoje, gostaria de voltar anos atrás e contar a história do Dr. Carl Rehnborg, médico, químico e industrial americano, proprietário da primeira fábrica de suplementos alimentares da Califórnia, a Califórnia Vitamins Inc que posteriormente passou-se a chamar Nutrilite Products Inc, mais especificamente no ano de 1939.

Para muitos devido as ideias visionarias para divisão de remuneração diferenciada aos seus vendedores ou colaboradores, o Dr. Rehnborg é considerado o “pai” ou criador do MMN – Marketing Multinível, sendo a princípio, uma variante dos modelos de vendas diretas da época.

Suas ideias foram ratificadas já no ano de 1945 quando lançou seu plano de vendas em parceria com a Mytinger & Casselberry Inc, como distribuidores exclusivos; em poucos anos sua empresa tornou-se uma potência multimilionária.  A sequência do legado deixado pelo Dr. Rehnborg, você poderá pesquisar em artigos navegando por vários sites na sua internet, clicando na pesquisa as letras MMN.

No Brasil o conceito de vendas diretas começou a ser desenvolvido a partir de 1942, com a empresa Hermes, e várias outras seguiram sua visão e aportaram em nosso País. Avon, Yakult, Tupperware, AMWAY, Mary Kay, a brasileira Natura, etc. E em comum todas essas empresas vendiam o conceito de que quanto maior o número de clientes ou recrutas, capitado pelo seu contato direto, maiores os ganhos do recrutador e consequentemente os ganhos das empresas, formando-se assim um leque enorme de oportunidades de negócios, através de suas indicações ou recrutamento.

Durante a preparação desta matéria, visitei inúmeros blogs, sites, grupos, e também conversei com muitos profissionais, empresários e membros de grupos de MMN, e ouvimos muitas opiniões favoráveis e outras tantas, contrárias ao conceito do MMN (Marketing Multinível). Existindo inclusive opiniões que colocam o MMN e a famigerada Pirâmide Financeira no mesmo patamar.

Então, por questões de esclarecimentos e principalmente para deixar bem claro, que esta matéria não tende para nenhum lado; É importante e justo esclarecer que os dois conceitos são parecidos, mas não são iguais.

As Pirâmides Financeiras no Brasil são consideradas crime desde 1951;

Lei 1.521 Art. 2º São crimes desta natureza:

IX – obter ou tentar obter ganhos ilícitos em detrimento do povo ou de número indeterminado de pessoas mediante especulações ou processos fraudulentos (“bola de neve”, “cadeias”, “pichardismo” e quaisquer outros equivalentes).

Porque ao contrário do conceito MMN as Pirâmides Financeiras prometem ganhos fixos de até o dobro do que o participante investe no momento da adesão, num prazo de até 180 dias, e fique registrado que estamos falando exclusivamente de movimentação financeira, já que no ato da adesão o participante obrigatoriamente desembolsará alguma quantia em dinheiro.

Apesar da semelhança, o que consiste a legalidade do MMN, é que o associado torna-se um revendedor de produtos ou serviços, e o seu ganho será avaliado de acordo com ampliação de sua rede de vendas ou recrutamentos.

E neste modelo a distribuição de mercadorias é composto pela rede, sendo que uma parcela do lucro obtido com as vendas, retornam para a rede, onde acontecem as remunerações. Para aumentar os seus ganhos no modelo multinível, o distribuidor deverá promover o crescimento de sua rede através de indicações diretas e indiretas, quando um de seus indicados promove outra indicação e assim sucessivamente. Neste caso, seus ganhos dependerão do empenho dedicado nas vendas e capitações de novos recrutas, direta ou indiretamente, quando um recrutado indica novos recrutas e assim sucessivamente, impossibilitando desta forma a garantia de um ganho fixo.

“Nas Pirâmides Financeiras essas restrições não existem, na maioria delas os últimos pagam os prêmios ou bônus dos primeiros, e quanto mais pessoas maiores os ganhos. Isso logo passa uma imagem de grande sucesso e grandes retornos, atraindo pessoas com a promessa de lucro rápido. (doutormultinivel.com.br)”.

Em verdade muitas empresas brasileiras do Setor da Beleza, estão optando por entrar nesse modelo “milagroso” de negócio. Prometendo vantagens que os negócios tradicionais estão impossibilitados de oferecer, devido ao alto custo de criação, produção, divulgação e exposição, mas não é bem assim.

Como dissemos lá atrás, ouvimos especialistas que são favoráveis a este modelo e muitos que são contras e defendem as suas teses, e com certeza uns dos mais ferrenhos é o estudioso Robert FitzPatrick, um americano reconhecido internacionalmente como autoridade em esquemas de Marketing Multinível e fraudes de vendas em Pirâmides. Ele é presidente de uma organização chamada Pyramid Scheme Alert, situada em Charlote-NC nos Estados Unidos.

Segundo FitzPatrick,esta batalha começou quando ele mesmo há mais de 3 décadas, introduziu-se ao esquemas Pirâmides, através de uma onda chamada “The Airplane Game” no sul da Florida. Mesmo não tendo prejuízos na ocasião, percebeu e sentiu-se responsável pelos prejuízos acumulados de várias pessoas próximas ao seu convívio. (Vizinhos, familiares e amigos) uma vez que 90% dessas pessoas tiveram prejuízos.

Constantemente ele é bombardeado por consumidores questionando sobre o MMN perfeito, porém ele esclarece que os adeptos do MMN estão bem mais espertos e sabendo das desconfianças, tentam convencer os consumidores que o MMN deles é o BOM, porém se questionados não sabem informar quais são os RUINS. Estranho não é mesmo?

FitzPatrick acrescenta ainda que em poucos meses sua organização recebeu questionamentos diretos sobre mais de 100 MMN’s diferentes. O que levou a concluir que os consumidores já sabem que algumas MMN’s são golpes, mas acreditam piamente que a maioria é BOA.

Em sua visão ele afirma que há uma consistente base de experiências negativas em MMN, baseando-se que 60% dos participantes desistemno primeiro ano e 90% vão desistindo ano após ano, depois de sofrerem perdas financeiras.

Infelizmente, poucas pessoas entendem globalmente o marketing multinível, Em sua grande maioria , MMN’s são basicamente a mesma coisa. Desde a mais antiga AMWAY, até as mais novas como a Trump Network, são os mesmos modelos em novas “roupagens”. Porque na realidade não importa quais produtos vendem, pois verdadeiramente essas empresas não focam em vendas de produtos, ou melhor todos eles vendem o mesmo produto, ou seja OPORTUNIDADES. (Robert FitzPatrick)

MMN’s, estão enquadrados na categoria “Oportunidades de Negócios”, quem adere compra “oportunidades” e vendem “oportunidades” a outros, que vendem a mesma “oportunidade” a outros e assim por diante. Quem adere a princípio acredita estar focado em vendas de produtos, fazendo parecer diferente de outros, mas na verdade o intuito é exatamente o mesmo, criar uma infinita rede de recrutamento, continua o FitzPatrick.

As opiniões do Sr. Robert FitzPatrick, são completamente oposicionistas e severas ao modelo de MMN’s, e temos que respeitar estas opiniões assim como respeitamos também as opiniões de adeptos a este tipo de modelo de negócios.

Vale frisar que aqui no Brasil, você que pretende aderir ao MMN como opção de negócios, deve procurar informações nos órgãos reguladores afim de evitarem prejuízos futuros. A ABVED – Associação Brasileira de Vendas Diretas, certamente irá te fornecer embasamento sustentável para ajudá-lo a fortalecer o seu desejo de investir no seguimento, além é logico dos serviços de proteção ao consumidor (Procon’s e SAC’s).

Alguns cuidados fornecidos por estudiosos e adeptos do modelo MMN, também devem ser observados, como alguns pontos listados abaixo:

Um MMN Legal em nosso ponto de vista deve conter as seguintes particularidades,

 1 – Taxa de Adesão Inexistente ou simbólica

 2 – Produtos de Alta qualidade e com preços competitivos

 3 – Plano de compensação que privilegie as vendas e não o recrutamento.

 4 – Produtos sem formulas mirabolantes

 5 – Eventos e Treinamentos sem estilo “Motivacional” pagos pela empresa.

 6 – A maior parte do Faturamento da Empresa, deve ser de vendas para fora da rede de distribuidores e   não consumida internamente pelos próprios distribuidores.

Baseados em consultas com especialistas e especialmente na matéria de Renata Lima do Blog  https://industriadadecepção.wordpress.com estas são algumas das características que você precisa observar para entender que o MMN que você escolheu é legal.

Resumindo, não existe mágicas que farão brotar dinheiro em suas mãos, oportunidades para quem é trabalhador e persistente sempre existirão, seja no modelo convencional ou no promissor MMN Marketing Multinível, compete a você, estudar e procurar a política de trabalho que melhor adequa-se ao teu perfil.

Afinal todos nós somos responsáveis diretos pelos nossos atos.

Por Arnaldo Almeida / Redação Portal Guia de Salões.

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *